quinta-feira, 5 de abril de 2012

Diálogo


-Eu sempre gostei de você, desde a primeira aula que deu na minha sala há alguns anos atrás. Você é idiota e faz as piadas mais sem graça e elas sempre fazem as pessoas rirem até ficar sem fôlego. E eu amo isso em você. Mas não é só, lógico. Você é bom pra mim, carinhoso e sempre me dá atenção até quando não tem tempo para mais nada além de suas aulas. Só tenho a agradecer e retribuir tudo isso com meu amor e sem morrer de ciúmes de suas alunas atiradas. Eu te amo. Sim, te amo demais, você nem tem noção. Então, eu espero sinceramente que minha idade não importe e que somente o que eu sinto aqui dentro do peito seja o fato...
-Não me importo, sinceramente. Agora, cala a boca e me beija...

Nenhum comentário:

Postar um comentário