segunda-feira, 23 de julho de 2012

Proibir


Hoje eu me proibi de ver suas fotos. Já não posso mais olhar seu rosto maravilhoso e seus mais lindos sorrisos porque sinto uma terrível nostalgia de algo que não pude viver por completo. Morro de ciúmes de suas amigas, de como elas poder te abraçar e segurar sua mão; de como podem compartilhar certos momentos que deixam sua vida mais bela. Tenho ciúmes dos garotos que podem beijar seus doces lábios e dizer o quanto te amam. Eles não têm noção da sorte que possuem de estar em sua presença. Talvez seja por causa desse ciúme doentio que eu esteja me proibindo de te olhar de novo, ou por causa do que sinto após ver o quanto estás feliz, algo me dizendo dentro do peito que não posso fazer parte de quem você é. Oh Deus! Eu te amo demais garota!

Nenhum comentário:

Postar um comentário