domingo, 8 de setembro de 2013

Untitled II


Sentei no banco de trás do carro e você no do carona. O motorista falava comigo e me dava as boas vindas por ter chegado a cidade, me situava em certas situações e falava sobre nosso trabalho. Mas meus olhos toda hora iam para sua nuca, vendo o jeito meio largado que ficou no banco, como se estivesse cansado de alguma coisa. Mas eu sabia o que era: o alívio por ter me encontrado.  Não que eu estivesse me achando ou algo assim, eu só sabia o que você estava sentindo naquele momento, porque sentia o mesmo. Vez e outra me olhavas, aquele olhar completamente bobo que eu tanto ansiei ver... E não podendo fazer nada do lugar onde estava, esticava minha mão e acariciava levemente seu ombro ou seu rosto, vendo aquele sorriso que tanto amava surgir em seu rosto, seus olhos fechando devagar, aproveitando meu toque, sentindo os segundos passarem... Estávamos juntos. E estávamos completamente felizes. Poder te tocar me bastava naquele singelo momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário